segunda-feira, 16 de junho de 2014

O AMOR VENCE O ÓDIO



Lula adotou para o PT o slogan - A ESPERANÇA VAI VENCER O ÓDIO. Eu proponho para a oposição um slogan muito semelhante:

O AMOR VAI VENCER O ÓDIO.

O PT até agora tem dividido o Brasil em campos opostos, que segundo eles devem se odiar e não se misturam como a água e o óleo.

De um lado petistas, de outro tucanos (ignoram que no Brasil não existem só as vaquinhas de presépio do PT. Além de tucanos há uma infinidade de outras posições, entre as quais eu me incluo.

De um lado os petistas, proletários (apesar de grandes fortunas como a de Supplicy, de Lula, de Dilma de José Dirceu, de José Sarney, de Paulo Maluff, de Renan Calheiros, de Jader Barbalho, etc.), de outro as "zelites).

De um lado negros e pardos e de outro os louros de olhos azuis,

A filosofia do PT é que deve sempre haver um conflito entre estes grupos. Dividir para governar é a estratégia do PT.

Quando o AMOR VENCE O ÓDIO não se faz esta distinção que divide irmãos. Somos todos brasileiros criados à imagem e semelhança de Deus.

Nossa preocupação deve ser de sermos um só povo, unido, indivisível, onde há ajuda mútua e não impere o egoísmo, a inveja a desunião.

Nosso objetivo é que as diferenças sociais sejam eliminadas. Que um banqueiro seja tratado com a mesma dignidade de um bancário. Que a cor da pele não tenha influência em nada. Que não haja diferença de sexo no mercado de trabalho.

Quando o amor vence o ódio, o discurso de ódio e desprezo de Lula perde o valor.

No mundo já tivemos resultados terríveis do qual nos envergonhamos. Adolf Hitler, assim como Lula, dividiu a humanidade em dois blocos, os arianos e os não arianos (Lula faz a distinção inversa, mas o resultado é o mesmo), judeus e não judeus. O resultado foram milhões de mortos nos campos de concentração e nas guerras.

Na África do Sul a triste experiência de divisão entre pretos e brancos, o mesmo nos Estados Unidos (Lula também faz esta distinção), que causou tantas mortes e sofrimento.

Na União Soviética e Cuba a divisão entre a "zelites" e o proletariado, o que resultou em uma sociedade de duas classes, a imensa maioria de miseráveis e os ricos governantes.

Em outubro devemos pensar que Brasil nós queremos. O Brasil da divisão e o ódio destilado por Lula e seus seguidores, ou um Brasil que marcha unido para uma sociedade mais justa, com igualdade de oportunidades e dignidade para todos?

Se você optar pela sociedade baseada no ódio vota no PT. Se você quer uma sociedade baseada no amor ao próximo vota na oposição. Simples assim.