terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Todo mundobroubando

Uma investigação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) descobriu que em torno de R$ 6,4 milhões em bens doados pelo órgão a tribunais estaduais desapareceram

Procurem que vão encontrar na casa de alguém. O exemplo tem que vir de cima e a tolerância deve ser zero com a corrupção e a desonestidade.

Mas quando começa de cima, do(a) presidente da república que tolera corrupção em seus ministérios, que forma tropas de choque no congresso nacional para defender ministros e funcionários corruptos, é claro que os níveis inferiores da administração pública vão seguir o exemplo.

Compete a nós, cidadãos brasileiros, defendermos nossos interesses e limparmos esta lama que infesta nosso governo lulo petista. 

Um comentário:

Andrea Berger disse...

Faço coro om você, muito embora eu esteja no momento um pouco cética, parece que a corrupção já está fazendo parte do DNA da maioria...