quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Legislando em Causa Própria

Em menos de cinco minutos, o Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (15) o projeto que aumenta o salário dos deputados, senadores, presidente, vice-presidente da República e dos ministros de Estado para R$ 26,7 mil. O texto será promulgado. 

De acordo com o texto, deputados e senadores terão um reajuste de 61,8%, uma vez que recebem atualmente R$ 16,5 mil, além dos benefícios. No caso do presidente da República e do vice, que recebem atualmente R$ 11,4 mil, o reajuste será de 133,9%. O aumento dos ministros será maior ainda, já que eles recebem R$ 10,7 mil. Fonte: Folha.com

O último reajuste dos salários de nossos nobres representantes do povo e dos demais servidores do povo brasileiro foi em 2007. Portanto estão há quatro anos sem receber aumento salarial. 

Devemos, no entanto, ter em mente que no mesmo período o salário mínimo subiu 46%.

A inflação medida pelo IPCA variou neste mesmo período 24% .

O aposentado, que ganha acima de um salário mínimo, teve seu benefício reajustado em  de acordo com a inflação, mais 1% de ganho real neste ano eleitoral.

Não existe justificativa para um aumento salarial desta magnitude, principalmente para o presidente da república, que tem todas as suas despesas pagas mais o cartão corporativo sem limite, e secreto por motivos de "segurança nacional" .

O impressionante é a velocidade com que estes aumentos são votados.

Não resta dúvida que os representantes do povo cuidam apenas de seus interesses pessoais.

O povo que se dane. 

2 comentários:

Bete disse...

Como bem disse: o povo que se dane.
Absurdo.
Abraços

Castelo disse...

É o que dá, raposa vijiar galinheiro srsrsrrsr