quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

A Visão do Leitor

Obrigação
 
É verdade, "nunca na história deste país" vimos as autoridades tão empenhadas na resolução de um problema, como a retomada do complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. Apesar do termo retomada denotar as falhas e brechas em que o sistema ofereceu ao longo de mais de 40 anos aos criminosos, vale comemorar pelo anseio da população que espera que o Estado saia de sua angustiante inércia, e faça aquilo que é sua obrigação: oferecer segurança. Fica a pergunta: Por que não se agiu antes?

Marcos Paulo
Sete Lagoas - MG

6 comentários:

Andrea Berger disse...

Bom, tenho algumas teorias a respeito dessa ocupação:
Entre outras coisas, acredito que só houve apoio da população porque o tráfico deixou de cumprir a "função social" que exercia, passando a ensejar somente benefícios próprios ( como se houvesse realmente algum benefício à sociedade).
E esperamos que o Estado faça a retomada não só física, mas que além da segurança, ofereça saúde, educação perspectiva social e dignidade à toda essa população.

Castelo disse...

O Povo brasileiro na sua santa ignorança, tem a cultura, aliás nem é cultura, é hábito de fazer em torno de um governante quando este inaugura uma praço, uma escola, ou até mesmo uma simples pedra( fundamental) Tem se que acabar com isso, é dever de cada um cumprir sua função com excelencia de qualidade, sem contudo merecer honraria,....
-Eu não posso, nem devo condecorar um cidadão, simplesmente por me ter pago o que devia,....
-Isso chama se conscientização, que nos falta,....

José de Arapujo Madeiro disse...

Laguardia,

As FFAA sempre foram e serão o último sustentáculo das nossas instituições.

Os Oficiais Generais devem saber dessa singular e difícil missão de que sempre foram investidos na História do Brasil e jamais devem abdicar dela para que as FFAA não sejam desmoralizadas e a nacionalidade não claudique diante dos desafios e das intempéries arquitetadas pelos insanos da traição, da cizão e demais ações anti-brasileiras que nos impõem.

Agora elas. as FFAA, estão sendo testadas pelas quadrilhas da politicalha, misturadas com quadrilhas de traficantes da cocaína em todos quadrantes do Brasil, da pequenas e grandes cidades.

Precisamos ter ousadia e sabedoria não só para enfrentar os criminosos do narcotráfico, como para preservação do respeito às FFAA.

Para enfrentar o narcotráfico, a resolução parte não sòmente pela repressão, mas de uma conexão entre repressão, prevenção e comercialização, já que não há como você destruir as drogas, devido o consumo, a curiosidade e a fragilidade que despertam no meio dos jovens e adolecentes, até mesmo entre adultos e velhos babacas viciados nelas.

Precisamos achar um meio para produção e comercialização, através dos quais podemos arrecadar dinheiro para tratar os viciados e não criminosos. Para estes a repressão e a punição conforme as leis.

Devemos ter meios eficientes de destruir esse maluco da Bolívia, o Evo Cocales, com a própria arma que está usando contra o povo brasileiro, a Cocaína, exportando a própria droga para Bolívia.

A questão do Lula devemos desgastá-lo internacionalmente, antes que consiga destruir os valores cristãos e democráticos que construimos durante os nossos 510 anos de história.

Att. Madeiro

Castelo disse...

Correção:Eu quiz dizer, "fazer festa" em torno de governante,.....

Provos Brasil disse...

A banda podre da polícia continua por lá, logo mais tudo voltará a ser como antes!

Provos Brasil

Diego de Paula disse...

Em anos anteriores, bom, quem sabe, né!? Agora, por que não foi feito antes das eleições desse ano, sabemos que foi o medo de como iria repercutir nas urnas.

Segurança-demagoga!

##