quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

O Silêncio dos Bons

Diamantina, interior de Minas, 1914. O jovem Juscelino Kubitschek, de 12 anos, ganha seu primeiro par de sapatos. Passou fome. Jurou estudar e ser alguém. Com inúmeras dificuldades, concluiu Medicina e se especializou em Paris. Como presidente, modernizou o Brasil. Legou um rol impressionante de obras e amantes; humilde e obstinado, é (e era) querido por todos.


Brasília, 2003. Lula assume a presidência. Arrogante, se vangloria de não ter estudado. Acha bobagem falar inglês. 'Tenho diploma da vida', afirma. E para ele basta. Meses depois, diz que ler é um hábito chato. Ler jornais lhe dá azia. Quando era sindicalista, percebeu que poderia ganhar sem estudar e sem trabalhar - sua meta até hoje, ao que parece.


Londres, 1940. Os bombardeios são diários, e uma invasão aeronaval nazista é iminente. O primeiro-ministro W. Churchill pede ao rei George VI que vá para o Canadá. Tranqüilo, o rei avisa que não vai. Churchill insiste: então que, ao menos, vá a rainha com as filhas. Elas não aceitam e a filha mais velha entra no exército britânico; como tenente-enfermeira, sua função é recolher feridos em meio aos bombardeios. Hoje ela é a rainha Elizabeth II.


Brasília, 2005. A primeira-dama Marisa requer cidadania italiana - e consegue. Explica, candidamente, que quer 'um futuro melhor para seus filhos'. E O FUTURO DOS NOSSOS FILHOS?




Washington, 1974. A imprensa americana descobre que o presidente Richard Nixon está envolvido até o pescoço no caso Watergate. Ele nega, mas jornais e Congresso o encostam contra a parede, e ele acaba confessando. Renuncia nesse mesmo ano, pedindo desculpas ao povo


Brasília, 2005. Flagrado no maior escândalo de corrupção da história do País, e tentando disfarçar o desvio de dinheiro público em caixa 2, Lula é instado a se explicar. Ante as muitas provas, Lula repete o 'eu não sabia de nada!', e ainda acusa a imprensa de persegui-lo. Disse que foi 'traído', mas não conta por quem.


Londres, 2001. O filho mais velho do primeiro-ministro Tony Blair é detido, embriagado, pela polícia. Sem saber quem ele é, avisam que vão ligar para seu pai buscá-lo. Com medo de envolver o pai num escândalo, o adolescente dá um nome falso. A polícia descobre e chama Blair, que vai sozinho à delegacia buscar o filho, numa madrugada chuvosa. Pediu desculpas ao povo pelos erros do filho.


Brasília, 2005. O filho mais velho de Lula é descoberto recebendo R$ 5 milhões de uma empresa financiada com dinheiro público. Alega que recebeu a fortuna vendendo sua empresa, de fundo de quintal, que não valia nem um décimo disso. O pai, raivoso, o defende e diz que não admite que envolvam seu filhinho nessa 'sujeira'. Qual sujeira?


Nova Déli, 2003. O primeiro-ministro indiano pretende comprar um avião novo para suas viagens. Adquire um excelente, brasileiríssimo BEM-195, da Embraer, por US$ 10 milhões.


Brasília, 2003. Lula quer um avião novo para a presidência. Fabricado no Brasil não serve. Quer um dos caros, de um consórcio anglo-alemão. Gasta US$ 57 milhões e manda decorar a aeronave de luxo nos EUA. Depois se finge indignado com a demissão de 4.200 funcionários da Embraer.


E você, já decidiu o que vai fazer nos próximos cinco minutos?


Vamos repassar estas informações por e mail para a maioria dos nossos contatos?


Vamos dar ao BRASIL uma nova chance?


Ele precisa voltar para o caminho da dignidade.


Nós não merecemos o desgoverno que se instalou em nosso País e precisamos acordar e lutar antes que seja tarde.


Perca mais cinco minutos e converse com todos os seus amigos que não têm acesso a internet.


“O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons”.

Martin Luther King

15 comentários:

W.NETO disse...

Laguardia, tem mais o nosso DuDu Pápá "o coerente", conversou novamente com D. Inútil no Sambódromo, logo após chorou de alegria e disse estar realizado , poruqe foi perdoado pela 1a. Desocupada do país. Realizado por tersido perdoado....
É de lascar, ficar feliz por ter escamoteado tão bem a verdade, tanto que por isto foi perdoado! Total inversão de valores!
Um forte abraço! Vou linkar este post magnífico ! Parabéns!

Laguardia disse...

Muito obrigado por seus comentários Worf e parabens pelo seu blog.

Anônimo disse...

Ola

Excelente laguardia,a grande ideia dos emails tem efeito multiplicativo,sem contar com sites e blogs,tudo tem um grande efeito multiplicativo,e nada melhor que a net,pois esta não funciona igual a imprensa marrom,ainda.

YUR

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

Amigo,
Assino embaixo desta tua cronologia intrigante que nos faz pensar...
Mas e os mulleleitores????(35 milhões incritos oficialmente na maior compra de votos legalizada da história - bolsa-esmola).
Haja panfletar , hein???
Nós aqui continuamos panfletando um pouco de "mundo real" nesta população de enebriados pela esquerda inescrupulosa.

Jurema Cappelletti disse...

Nos próximos cinco minutos, não. Mas já sei o que fazer no próximo domingo, na praça onde vários músicos se juntam para tocar chorinho. Voltarei a panfletar. Só ainda não decidi o que escrever, pois o que não falta é informação a ser distribuída pelas ruas. Como você disse, temos que falar com as pessoas que não têm acesso à internet.

Meu marido, provavelmete, vai se esconder embaixo de algum banco para não morrer de vergonha. Mas é por uma boa causa.

Laguardia disse...

Amigos

Uma coisa que já pensei em fazer, mas não sei quanto custo se é que se tem que pagar alguma coisa, é ver se conseguimos publicar matérias nos jornais populares, como pro exemplo o Super aqui de Belo Horizonte.

Vou veriuficar se publicam carta do leitor ou algo assim.

Este jornais que custam 10 centavos e atingem um grande número da população mais pobre.

Eles têm que ser informados de que pagam impostos e que os impostos deles estão sendo roubados.

Que recebem o Bolsa Familia, mas que a familia Silva tem roubado muito mais deles

A Sentinela disse...

Este país nosso parece mais o fim
do mundo.
Precisamos nos mobilizar.
contem comigo.
abs

Unknown disse...

Interessante, muito bom. Parabéns pelo seu blog.

Achmed disse...

Laguardia,

Como sempre vc está coberto de razão, e eu admiro muito seu espirito combativo e atuante.

Como vc deve ter percebido, estive fora do ar durante o carnaval.

Não que estivesse distante do computador ou da civilização (quem me dera!!), mas por causa dessa letargia, da qual eu mesmo reclamo, mas que toma conta de mim e de boa parte dos brasileiros, cansados dessa bandalheira que toma conta do país.

Espero que pessoas de bem, como você, consigam tirar a mim e aos outros brasileiros letárgicos, desse marasmo, que só serve justamente àqueles que contam com nosso silêncio.

abs

Marcos Pontes disse...

Excelente post! Excelente! Se me permite, o copiarei, algo que não costumo faer.

Anônimo disse...

Laguardia, parabéns pela iniciativa de seu blog. Não podemos nos acomodar. Essas informações devem ser levadas ao conhecimento de todos, principalmente dos mais humildes, que acreditam nesse papo furado assistencialista. Continuo acreditando no poder da educação. Alcançar a classe dos professores é um bom início para a formação de multiplicadores de conscientização política.

Laguardia disse...

Marcos

Tudo aqui publicado pode ser copiado. Desconheço o autor deste texto. Recebi de minha filha por e mail e o reproduzi com alguns comentários meus

Anônimo disse...

Parabéns pela postagem mostrando o contraditório muito bem ilustrado e ponderado.
Existe uma diferença crucial entre o Brasil e o resto do mundo, e quem sabe esteja até no DNA de nossa gente, como disse Maria Lúcia Victor Barbosa em um de seus artigos "Eles tem povo, e nós?"

Um abraço a todos

Anônimo disse...

Languardia, pelo seu brilhante trabalho estamos estendendo ao seu blog a premiação por nós recebida.
Se te interessar, passe lá no O COPISTA para copiar o selo e depois colá-lo aqui.
Abraço Fraterno

Unknown disse...

Oi Laguardia,também recebi este e-mail de uma amigo.Vou acompanhar seu blog ainda tenho muito que aprender me politica.Abs Yvy