sábado, 25 de abril de 2009

Faça a Sua Parte

Não sei que é o autor desta história:

Um pescador andava pela praia avaliando os estragos depois de um dia e uma noite que o mar ficou de ressaca, muitos peixes jaziam na areia e muitas estrelas do mar tentavam, inutilmente, se arrastar para água.


Mais ao longe o pescador avista seu filho, empenhado em pegar cada uma daquelas estrelas do mar e colocá-la na água, corria então até a próxima que via e voltava a colocar gentilmente no mar.

O pai dá um sorriso, e fala ao filho.

-Menino, larga mão de ser bobo, está vendo a quantidade de estrelas do mar que tem na praia, não é você quem vai fazer a diferença.

O menino parou, olhou para a estrela do mar que estava em suas mãos, a levantou e respondeu ao pai.

-Pai, para essa e para as outras que eu alcançar eu vou sim fazer a diferença.

O pai então, ajudou o menino.

A moral desta história é óbvia. Nossas atitudes, mesmo que isoladas fazem a diferença.

Hoje enfrentamos um problema grave em nossa pátria. O governo está entregue a pessoas moralmente podres. O legislativo está podre e o judiciário também não está a merecer muito nossa confiança.

Estamos meio perdidos sem saber o que fazer.

O certo é que não podemos ficar parados reclamando e resmungando. Temos que tomar ações pró ativas. Ações que vão demandar de nós esforços. Vamos ter que colocar a cara a tapa.

Vamos que nos tornar militantes do bem. Enfrentar no corpo a corpo, no olho no olho. Temos de sair de nossa zona de conforto e enfrentar o inimigo no campo de batalha.

Cada um tem que descobrir o que faz de melhor.

É como nosso corpo. Cada membro tem uma função. Nós estamos com a mesma ideia de mudar nosso país, de transforma-lo em um lugar melhor para nossos filhos e netos.

Alguns de nós (não eu) tem o dom de escreve e se comunicar bem. Estes devem, por exemplo, escrever folhetos. Outros tem cara de pau e não tem vergonha, estes devem distribuir os folhetos em filas de ônibus, metros, trens nas saídas das fábricas. Estes devem estar preparados para ouvir desaforos e palavrões. Faz parte.

Em resumo, precisamos nos organizar e formar a nossa militância do bem contra o mal.

Estou aberto a opiniões. Vamos abrir uma discussão em torno do assunto. Vamos começar a trabalhar duro, do contrário teremos de nos conformar com a ditadura de esquerda.

7 comentários:

Blog Trib... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Blog Trib... disse...

e isso mesmo meu amigo, a ação e necessaria, e acredito que nós ao alertarmos os outros sobre os problemas que ocorrem nesse pais, ja começamos a abrir os caminhos para esse movimento...

A Sentinela disse...

Bom dia,

Essa turma do mal são demais, mesmo
da conta.
Mas quero mesmo é falar da Vanda, essa doença dela
é mais pura invenção, serve para tudo:
Passou de terrorista a vítima, somente mesmo o Lulla.
Se ela não decolar, sai pelo motivo da doença.
Ou mesmo já não decolou e subiu no telhado travestido da
doença.
Ou o que seja, é a mesma lama que sempre espalharam,
são vermes, que rastejem pelas ruas imundas que tanto ajudaram a sujar,vão está sempre bem, mesmo mortos, são vermes.
Queimem no inferno.

Marcos Pontes disse...

O melhor que podemos fazer é usar a argumentção de fatos para mostrar o que estão fazendo do país. Simplesmente se opor sem conhecimento dos fatos e sem saber argumentar é atirar no próprio pé. Aos pouquinhos, quem sabe?, conseguiremos espantar a corja?

Alda Inacio disse...

Olá amigo, vim deixar um bom dia, li em seu blog coisas boas e outras fiquei sem entender, desculpe, entendi que você não gosta do Pt, isto ficou claro mas não ficou claro pq você não gosta da Petrobras. Queria entender pois como patriota devemos valorizar as coisas brasileiras, mas possivelmente você tenha uma razão maior;
Bjs
Alda Inacio

ZEPOVO disse...

Não fique nervoso, mas as técnicas que vc sugere são muito usadas pelas esquerdas e o socialismo em geral. Trabalho de formiguinha, panfletagem, denúncias do que está errado e esclarecimento popular. Funciona, pode acreditar.
O que podemos fazer em primeiro lugar e antes de qualquer coisa,é agirmos em nossa vida pessoal com honestidade, honra e civilidade. Não aceitar o errado, exigir respeito e eficiência por parte dos funcionários públicos e denunciar quando tropeçamos em algo errado. Não ofereça proprina, não aceite o achaque e não aceite a convivência social com corruptos e safados, mesmo os bem sucedidos que muitas vezes são respeitados e até invejados por nossa sociedade.

Não existe ditadura socialista porque o socialismo é democrático na expressão da palavra e na prática. Todos os governos latinos com viés socialista, tão criticados nos dias de hoje, estão no poder porque são apoiados pelo povo. Quem quer derrubá-los são os golpistas, amantes da ditadura disfarçada de "democracia válida é a que MEU candidato ganha" este é o pensamneto dos capitalistas democratas, mas de fachada apenas, verdadeiros fariseus exploradores do povo.

SENTINELA,
Para vc ser ouvido e sua opinião ser produtiva, até para seus objetivos, é preciso ter argumentos, respeito pelo adversário e no caso em questão muita humanidade. Tenho certeza que vc mesmo pode concluir que exagerou.

Jesuel disse...

http://pt.shvoong.com/books/dictionary/1882387-na-democracia-todos-devem-fazer/