quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O Exercício da Cidadania Incomoda


O exercício da cidadania vai muito além de simplesmente comparecermos as eleições e votarmos em candidatos de nossa preferência ou que nos foram indicados por amigos e parentes.

O exercício da cidadania implica em uma preocupação constante com o bem da coletividade e ações nossas que visem beneficiar o maior número possível de nossos semelhantes.

Costumamos votar e depois nos esquecermos de quem elegemos para os cargos públicos. Estes por sua vez, depois de eleitos, se consideram semi deuses acima das leis e sem nenhuma responsabilidade para com o eleitor que o colocou lá como seu representante. Passam a agir de acordo com os seus interesses pessoais, principalmente os financeiros.

Ser cidadão é cobrar dos nossos representantes e cumprimento de suas promessas de campanha.

Ser cidadão é cobrar de nossos representantes e governantes um comportamento ético, de honestidade e de moral.

Ser cidadão é denunciar os mal feitos, é denunciar as atitudes que prejudicam a coletividade.

Infelizmente o exercício da cidadania incomoda. Incomoda porque nos tornamos chatos e muitas vezes obsessivos. Nos tornamos insistentes. E o pior, muitos têm vergonha de exercer sua cidadania.

Temos vergonha de no ato de reclamar de um mal feito sejamos vistos como chatos, insistentes. Queremos nos misturar na multidão e não sermos notados.

O exercício da cidadania incomoda os políticos que preferem ser deixados em paz. Preferem continuar defendendo seus interesses pessoais sem serem incomodados com nossas cobranças.

Quantos de nós já experimentamos escrever emails para nossos representantes? E quantos destes emails foram respondidos? 

Se os emails não estão surtindo efeito, vamos ligar, telefonar para o representante e fazer com que nossa voz seja ouvida.

Vamos levantar nossa voz em protesto toda a vez que tivermos a oportunidade, em reuniões sociais ou mesmo em público.

Não podemos nos omitir se queremos um Brasil melhor para o seu povo e para as gerações futuras.


E principalmente, não podemos ficar só em palavras. Vamos agir. E ação significa ficarmos engajados em ações voluntárias que venham a beneficiar a todos.


Não vamos esperar que as autoridades façam o que nós podemos fazer.


Vamos passar da reclamação para a ação. Vamos começar já!

7 comentários:

José de Araújo Madeiro disse...

Vamos começar a mudar, elegendo gente nova, sem nenhuma pecha de sublimação ao impossivel. Gente nova com os pés no chão, trabalhadora e de bons antecedentes.

Lembrando que:

1) O comunista honesto é sempre um bandido e demagogo. Não faz jus ao voto de uma pessoa decente;

2) O comunista honesto é sempre um burro de carga, também não faz jus ao voto de uma pessoa decente, voto num burro? Putz!

3) O homem honesto e inteligente, este sim faz jus ao voto de uma pessoa decente.

Com gente nova, eleita, certamente estamos abrindo as portas para outra realidade.

Abs;Madeiro.

Anônimo disse...

Já perceberam que antes nós da esquerda que éramos os sonhadores, os "donquixotes" da vida a correr atrás das utopias?
Agora são vcs que sonham acordados. Já pensaram que agora de certa forma vcs é que são da esquerda, percebem?
Na mudança que está ocorrendo no nosso amado Brasil, na AL e parte do mundo não ser socialista parece meio esquisito, gente estranha vcs...

Anônimo disse...

Gostaria de sugerir a publicação deste vídeo

http://youtu.be/vjKgxftL85M

José de Araújo Madeiro disse...

Laguardia,

Faço uma pequena correção no comentário anterior:

1. O comunista inteligente é sempre um bandido e demagogo...

2. Repasso para você:
Rodrigo L. Rocha
BOMBA! ACABO DE OUVIR NO RÁDIO! DILMA MANDA CELSO AMORIM PUXAR A ORELHA DOS MILITARES DE RESERVA OU CLUBES MILITARES RETIRAREM SEUS PROTESTOS EM SITES CONTRA AS NOVAS MINISTRAS ABORTISTAS E A TAL COMISSÃO DA VERDADE..., TUDO SAIU DO AR....
· · · há ± 1 hora próximo a Belo Horizonte
Rose Moraes
Dilma Rousseff convocou o ministro da Defesa, Celso Amorim, para manifestar sua irritação com a nota divulgada na semana passada pelos clubes militares na qual oficiais da reserva cobram dela uma reação a declarações das ministras Eleonora Minecucci e Maria do Rosário com críticas ao período do regime militar.

.... por ordem do comandante do Exército, Enzo Peri, a nota foi retirada do site dos Clubes Militares. Dilma disse que como presidente é a comandante em chefe das Forças Armadas e que os militares, mesmo na reserva, devem cumprir o regulamento das Forças que não permite a quebra de hierarquia... G1 Cristiana Lobo


Abs;Madeiro.

Anônimo disse...

Militar no poder?
deve ta de brincadeira né?
ficaram quase 25 anos no poder
só instituindo Atos Institucionais.
esqueceram da população brasileira
não fizeram progresso algum.
agora vem com esse tipo de conversa.

Obs: acho que vocês devem ficar aonde estão, abaixo de um CIVIL.

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nanda disse...

O homem honesto e inteligente,esta sim faz jus ao voto de uma pessoa decente