segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

As Contradições da Esquerda Brasileira

Em visita a Genebra, a ministra dos Direitos Humanos do Brasil, Maria do Rosário, criticou europeus e americanos "por terem apoiado por anos regimes autoritários que atendiam a objetivos estratégicos de Washington, Paris ou Londres".

Hoje, ela participa da reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

A ministra criticou ainda os que defendem uma intervenção internacional para tentar frear a violência. "As intervenções em geral também produzem crises de direitos humanos." Fonte: Blog do Ricardo Noblat

E o Brasil do PT? Não apoiou durante mais de oito anos os regimes autoritários para atender aos seus objetivos ideológicos?

Não foi Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do Brasil na época e hoje presidente do PT que chamou Gaddaffi de "Meu amigo, meu irmão, líder"?

Não é o PT de Dilma que apoia e investe dinheiro brasileiro em Cuba, há trinta anos sob o regime autoritário e violador dos direitos humanos?

Não foi Luiz Inácio Lula da Silva, presidente de honra do PT e mentor de Dilma Rousseff quem comparou os presos políticos de Cuba a presos comuns no Brasil?

Não foi este mesmo senhor quem criticou os opositores do regime ditatorial do Irã?

Não tem sido a política externa brasileira pautada por apoiar o programa nuclear iraniano?

Não foi o Brasil que apoiou o regime comunista da Coréia do Norte?

Não foi o Brasil, que contra tudo e contra todos apoiou o golpista hondurenho Manuel Zelaya e até hoje não reconhece o governo democraticamente eleito de Honduras?

Não é o governo brasileiro e o PT que apoiam a narco-guerrilha das FARC, o regime ditatorial de Hugo Chávez?

Sinceramente esta posição contraditória da Ministra é bem comum entre aqueles que apoiam as ditaduras e governos genocidas e querem se esconder sob um manto de dignidade.
 

2 comentários:

José de Araújo Madeiro disse...

Laguardia,

Você ainda esqueceu dos dois boxeadores cubanos, que procuraram asilo político no Brasil e foram expulsos por Lula em 48 horas, além de ser levados para CUBA num avião mandado por Hugo Chaves.

Essa Mária do Rosário é tão igual ao seu chefe Lula, que pratica suas dissimulações, apoiando às corrupções e fazendo lavagens cerebrais nos trouxas, emitindo chavões ultrapassados e sempre procurando culpar os outros pelos seus erros e crimes impunemente aplicados na atividade política, se não tem outros escondidos na sua vida privada. O diabo é quem duvida, bandido no vive só, mas em bando.
Att. Madeiro

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

LAGUARDIA, O PT sempre usou dosi pesos e duas medidas. Na oposição, usava de tds os meios para criticar. Hj, persegue a quem os critica. Abrçs. Roy Lacerda.