terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Pérolas do Lulismo


"Lula, que não entende de educação, pois a oposição e a mídia o classificam como analfabeto e burro, criou mais escolas e universidades que seus antecessores juntos e ainda criou o PRÓ-UNI onde filho de pobre vai à universidade"…
Pedro R. Lima "professor"

.
Este "professor" entende tanto de educação quanto eu entendo de rezar missa, ou seja nada.
.
O que adianta criar escolas e universidades sem qualidade, que põe no mercado de trabalho jovens sem o conhecimento necessário para serem absorvidos pelo mercado de trabalho?
.
Se o ensino público tivesse mantido a qualidade que tinha há anos atrás o PROUNI não seria necessário pois os filhos dos pobres estariam cursando as Universidades Públicas pois teriam mais condições de serem aprovados nos vestibulares das faculdades públicas do que os alunos egressos da rede particular de ensino.
.
O PROUNI é uma prova contundente do sucateamento e do fracasso do ensino público no Brasil.

3 comentários:

Joelneto disse...

Meu amigo Laguardia, se toca e vê se enxerga o ridiculo do que escreve. Para se chegar a universidade a média de idade chega a mais de 20 anos. Como responsabilizar Lula e o PT pela má qualidade do ensino se faz apenas 7 anos que estão governando. E dizer que o PROUNI não seria necessário...eu compreendo, tu queria é que pobre não tivesse nunca a possibilidade de se formar. Tu enxerga o mundo pelo buraco do teu...umbigo. Capicce?

Elga Arantes disse...

"O PROUNI é uma prova contundente do sucateamento e do fracasso do ensino público no Brasil."

Concordo. É, sim. Sucateia a educação, mesmo.

Uma reforma profunda na educação não aceitaria esse tipo de política emergencial, mas, por outro lado, é difícil querer impor a uma geração inteira que arque pelos erros históricos na administração pública, em nome das próximas que virão.

Acaba sendo uma questão de opinião - desconsiderando os interesses políticos partidários, claro.

A educação básica é que deveria estar tendo atenção total, antes de qualquer coisa. Mexer nas bases, alicerçar, arar e preparar o solo, antes do plantio. Mas isso, não chamaria a atenção do mundo... Não faria o Brasil ficar em evidência... MKT político...

A situação é muito mais complexa. Não dá, mesmo, pra radicalizar, culpar uma única pessoa por toda essa lambuza que fizeram no sistema educacional do Brasil. Não da pra ficar engessado em uma idéia simplista.

Mas acredito que o que precisa de reforma urgente e investimento, antes de tudo, é a educação básica. Alicerçar primeiro. Arar o solo, antes de plantar.

Beijão!

Anônimo disse...

Preconceituosos!
Com dezenas de desculpas, centenas de distorções e milhares de cretinices tentam tapar os olhos do povo para que o óbvio não seja visto.
O povo não precisa nem ver, o povo sente que o Brasil é outro, o povo escuta a alegria de seus filhos com comida a mesa e pela primeira vez se sente respeitado!
Vcs lutam por previlégios perdidos, lutam pela manutenção da desigualdade e submissão dos excluidos.
Fossem homens teriam coragem de defender as claras seus sórdidos objetivos!