sábado, 26 de dezembro de 2009

A Visão do Leitor


Anônimo disse...

Aprecio meu status de "O Anômino" que Laguardia me dá aqui no blog. É assim que se faz política pragmática, visto que é evidente meu poder de pautar o blogista.

O anônimo não tem o poder de pautar o bloguista que poderia simplesmente, como fazem os blogs chapa branca da Petrobrás, etc, simplesmente "moderar" os comentários e deletá-los quando achar que não são convenientes. Finalmente o anônimo começa a discutir de modo civilizado deixando de lado os insultos gratuitos.


No lançamento do programa Minha Casa Minha Vida, nosso Presidente assim se pronunciou:

"É um desafio que, a princípio, imaginávamos que fosse possível cumpri-lo em dois anos. Não tem limite, não tem data. Portanto, ninguém me cobre que nós vamos fazer 1 milhão de casa em dois anos"

O anônimo ignorou por completo a frase postada abaixo em que o presidente prometeu um milhão de casas até o final de 2010. Dei a referencia de onde o anônimo poderia ver no site do Planalto a integra do discurso. No entanto ele não citou a fonte da frase de Lula acima, mas que é verdadeira pois pesquisei a fonte. A frase citada pelo anônimo simplesmente reforça o que eu disse anteriormente: O programa minha casa minha vida deixa um rabo eleitoreiro para que o presidente use como argumento para angariar votos para sua ministra, fazendo terrorismo. "Se a ministra terrorista não for eleita, quem se inscreveu no programa nunca vai ter casa, pois a oposição vai acabar com o programa". Por este motivo só 23% do programa foi cumprido em um ano.

São as palavras, o jeito e a honestidade de quem sabe falar ao povo com respeito. O povo respeita Lula porque ele não mente, não distorce e não prega o ódio, promete sim;

Fazer o melhor possível priorizando os pobres. Promessa que o povo julga e as pesquisas provam.

Lula mente sim e com a maior cara de pau. Um exemplo dentre muitos: "O mensalão não existiu". Outro exemplo "vamos cortar na própria carne para acabar com a corrupção" Os pobres não estão sendo priorizados. A prioridade tem sido para os aliados corruptos como José Dirceu, José Sarney, Jader Barbalho, Renan Calheiros, Fernando Collor, Paulo Maluf, José Severino, só para citar alguns. Se fosse verdade que o povo aprova em massa o governo Lula estas alianças espúrias não seriam necessárias. Lula mente quando jurou obedecer a constituição, as leis do país e as decisões judiciais e não as cumpre cometendo crimes de responsabilidade como por exemplo a campanha eleitoral antecipada de sua ministra terrorista.


O Programa como todos os outros depende da continuidade do Gov Petista/Lula, a razão do desespero da raivosa e incompetente oposição...

Os programas sociais não dependem da continuidade do governo lulo petista. Esta é uma deslavada mentira. Isto porque, como já demonstrei em posts anteriores: 1. Os programas sociais são continuidade dos programas criados em governos da hoje oposição, tão combatidos por Lula quando ele era oposição. 2. Se hoje o governo tem recursos e condições para fazer o que faz é graças a continuidade do programa econômico do Plano Real instituído durante o governo Itamar Franco e que Lula deu continuidade ao nomear um banqueiro, deputado tucano para a presidência do Banco Central e comando da economia. 3. O Brasil não começou com Lula. O programa Minha Casa Minha Vida só se torna possível porque no passado o governo militar criou o BNH e o FGTS para financiar os programas habitacionais que perduram até hoje.

O resto meu caro Laguardia, justamente por resto pouco importa!

Não é verdade que o resto pouco importe. Importa e muito. A corrupção institucionalizada no governo Lula, a impunidade para os corruptos, a falta de ética, de honestidade e o tratamento indigno do povo drenam recursos e esforços que deveriam ser canalizados para a saúde pública, educação, segurança pública, seguridade social etc. Caso o governo estivesse dedicando seus esforços para estas áreas estaria ajudando o povo a construir uma nação forte com justiça social e inclusão social duradoura e não programas eleitoreiros que tornam o povo eternamente dependentes do governo.
Tornar o povo eternamente dependente do governo é uma prática muito utilizada por ditadores populistas e que Lula agora adotou.

Quanto as pesquisas só tenho a dizer que Adolf Hitler também tinha amplo apoio popular.

2 comentários:

José de Araújo Madeiro disse...

Laguardia,


Não sei qual pior, um oposicionaista raivoso ou um defensor de um oportunista declarante de um governo de paz e amor, da esquerda festiva do melhor scott (esquerda escocesa) às custas de cartões corporativos, sem falar dos Sarneys da vida na presidência de um parlamento soberbamente sem moral.

Todavia, quando vemos a mão esquerda do Lula exposta para multidão percebemos o quanto é desonesto e o quanto enganador da massa ignara, aos aplausos xulos de um mito sem escrúpulos.

Então fazemos opções pela oposição raivosa, para que todos saibam que ainda existem brasileiros que não são touxas e certamente trabalham por um país verdadeiro para todos brasileiros.

Estes preâmbulos das raivosidades momentânes alegadas serão certamente suavizadas quando o Brasil estiver reencontrado o prestígio que deve gozar da classe política pelos seus eleitores, como cidadãos acima de qualquer suspeita. Como homens que trabalham por um Brasil sempre melhor, como convém a uma sociedade civilizada.
Att. Madeiro

Joelneto disse...

Quando chegar o final de 2010 vamos conferir quantas casa foram construidas no prapgra Minha casa, Minha vida. Porém já é muita coisa 229,9 casas construidas. Multiplique este numero por 4 pessoas cada moradia e verá que já beneficiou muita gente. Mas, queremos e exigiremos sempre mais. 1 milhão ainda é pouco. No governo da Dilma terão de serem contruidas é muito mais.