quarta-feira, 13 de junho de 2012

Demorou


Apesar de os governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), não terem sido acuados nos depoimentos que prestaram à CPI do Cachoeira, no Congresso Nacional, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, impôs a ambos um desgaste político nesta quarta-feira. O chefe do Ministério Público Federal confirmou ter pedido nesta terça ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a abertura de dois inquéritos contra o governador petista e um contra o tucano. Todos os casos correm em segredo de justiça. Fonte: Veja
Espero que este caso não fique nas gavetas do judiciário pelo tempo que tem ficado outros casos, como o do mensalão etc.
Já passou da hora da justiça agir com rigor contra estes criminosos que se utilizam do poder em benefício próprio.

Um comentário:

paulista2012 disse...

ISTO É BRASIL, MINHA GENTE!

A LENTIDÃO DA JUSTIÇA BENEFICIA OS CRIMINOSOS E PUNE SEVERAMENTE AS VÍTIMAS.

"O Juiz Lalau pode receber de volta seis milhões de dólares congelados num banco suíço. Aos 84 anos, em prisão domiciliar em sua mansão no Morumbi, em São Paulo, pode se beneficiar do julgamento de ações penais de 2000."

"Favorecido pela idade, a prescrição penal em relação a Nicolau ocorre em dezembro, incluídos os novos recursos ao STJ e ao Supremo, porque o prazo de prescrição é reduzido pela metade quando o réu tem mais de 70 anos na data da sentença. Atualmente, de cinco crimes dos quais Nicolau foi acusado, três já prescreveram."

"E Lalau esteve esta semana no noticiário porque instalou câmaras de vídeo nos aposentos de sua mansão cedidos aos policiais federais que o vigiam."

------------------

E o Lalau poderá ficar livre e curtir mais alguns anos em mordomias, graças à liberação de 6 milhões de dólares, uma parte da fortuna conseguida "às duras penas"?

Certeza?
Sim, certeza absoluta!
Certeza, mesmo?
Absolula certeza, sim!

Para bandido eleito ou indicado, de toga ou sem toga, o crime sempre compensa.

Pudera, mesmo que esses bandidos não constituam maioria, as leis e escandalosas brechas são maquinadas por eles e aprovadas com o apoio dos omissos e "honestos ingênuos".