sexta-feira, 28 de agosto de 2009

A justiça brasileira só se aplica aos que não têm "biografia". Vimos isto acontecer ontem no julgamento do deputado Antônio Palocci. Novamente o poderoso se sobressaiu sobre o pobre.
.
Na cabeça dos detentores do poder, o caseiro Francenildo tinha que ser castigado. Afinal de contas não reconheceu o seu lugar.
.
Onde já se viu um simples caseiro, que não tem "biografia", depor contra o poderoso Ministro da Fazenda, amigo do Presidente Lula?
.
Afinal de contas Antônio Palocci é amigo do rei. Médico, foi prefeito de Ribeirão Preto, poderoso Ministro da Fazenda.
.
E Francenildo? Um caseiro, sem "biografia", como pode ousar acusar Palocci?
.
E os nossos Ministros do STF mais uma vez defenderam os poderosos. Se fosse o inverso, tivesse Francenildo roubado uma laranja, teria sido condenado.
.
Francenildo deveria ser nome de avenida, de praça. Este sim é um brasileiro de coragem. Deus queira que mais e mais brasileiros levantem a bandeira da ética, da moralidade, da honestidade e da dignidade.
.
Só assim nos livraremos por meios livres e democráticos desta corja que tomou o poder enganando o povo.

5 comentários:

Doroni disse...

Laguardia
e isso nos aborrece tanto...
como pode uma inversão tão grande de valores éticos e morais?
Toda essa corja que compóe o govermo estão contaminadas pela falta de ética e merecem a cadeia.
Porque será que as pessoas, principalmente os mais jovens não se conscientizam que se faz
necessário uma nova lei que acabe com a imunidade parlamentar? Ela é a mãe de todas as mazelas.
bjs

O mundo de cada um disse...

É por esses e outros tantos casos que descrendo da política. Espero que os meus filhos possam ver um monte de Francenildo e não se espantar com a palavra honestidade.

Cachorro Louco disse...

Laguardia : Por favor ,o meu pedaço de pizza com muita mozzarella tá bem ?

Ademilson disse...

Algém aí acredita mesmo que o resultado seria diferente? O STF, como sempre, atuou em defesa dos interesses dos poderosos, fazendo jus a frase que a justiça é cega.
É cega sim, mas porque não consegue enxergar as arbitrariedades que comete sempre que julga um cidadão comum contra alguém com grande poder aquisivo. Fracenildo representa os milhões de brasileiros injustiçados neste país.

Paulo Lucemberg disse...

só nos podemos mudar isso