segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Perolas do lulismo


“Eu estava no Guarujá, caiu uma chuva na quinta-feira que eu pensei que ia encher o mar. Eu falei: tudo bem, quando o rio transborda, a água vai para o mar. Primeiro, passa na casa das pessoas que moram na periferia, depois ela vai para o mar. Eu falei: se o mar encher, vai para onde?” Lula - Fonte: Coluna do Augusto Nunes
.
Mais uma prova de que o alcool destroi os neurônios!

2 comentários:

sicário-OQÑ se discute disse...

Meu amigo Laguardia, o álcool não pode destruir o que não existe.
Definitivamente esse asno é o idiota útil da esquerda brasileira.

Anônimo disse...

Imagine se o alcool não tivesse destruido os neuronios dele kkkkkkk. Inveja não mata. Mas, que maltrata, maltrata.