sábado, 26 de setembro de 2009

Imaginem....


Imaginem o final de dezembro de 1992. Fernando Collor de Mello sofre processo de impechment, é apeado do poder pelo Congresso Nacional. Novo presidente toma posse - Itamar Franco.
.
Imaginem agora uma outra história que poderia ter acontecido.
.
Fernando Collor se refugia na embaixada de Honduras e da sacada começa a fazer discursos incitando o povo a se revoltar contra a decisão do congresso nacional.
.
Convoca a imprensa e começa a dar entrevistas dizendo-se injustiçado. Honduras pede ou melhor exige que Collor seja imediatamente reconduzido ao cargo. A OEA e os Estados Unidos fazem o mesmo. Honduras pede que o embaixador brasileiro na ONU seja expulso.
.
Qual seria o sentimento do povo brasileiro com relação a Honduras?
.
Pensem, este é o mesmo sentimento do povo hondurenho em relação ao Brasil hoje,

6 comentários:

Joel Neto disse...

Laguardia, você é mesmo um democrata de araque. Com certeza concorda que a ditadura no Brasil foi uma "Ditabranda" e em Hondura houve um " golpe democrático". Triste!

sicário disse...

Sabe Joel!

Sem procuração....O Laguardia é tão democrático que permitiu tua postagem. Tu não és! Pq. além de mal informado, apoia ao intervencionismo esquerdóide latrino americano.
Ah! Eu que escrevo este post, acredito que NÂO houve uma ditadura e foi DITABRANDA SIM. Se realmente tivesse havido uma, a QUADRILHA que está no poder hoje, não teria sobrevivido.

Saudações democráticas.

Anônimo disse...

Sicário

Você tem procuração sim. Como você pode ver de outros comentários de Joel Neto, vulgo Briguilino, toda vez que se encontra sem argumentos apela para outros assuntos. Joel Neto não se preocupou nem de ler a constituição de Honduras. é um papagaio de repetições de Lula

Laguardia

Valdeir Almeida disse...

Languardia,

Obrigado por ter aceitado o convite da blogagem coletiva "Professores do Brasil". Tenho certeza que sua participação renderá discussões positivas.

Abraços e bom final de semana.

Briguilino disse...

Texto do “Decreto Ejecutivo PCM 05-2009″ do Presidente Manuel Zelaya, propondo a realização de uma consulta popular sobre a convocação de uma assembléia nacional constituinte, fato que os golpistas (daqui e de lá) escondem: clique aqui.

Laguardia disse...

Briguilino

Aprendda uma coisa básica. O Decreto Executivo não se sobrepõe a Constituição. Foi este decreto Executivo que foi considerado inconstitucional pelo congresso e pela Suprema Corte.