quarta-feira, 26 de maio de 2010

A Visão do Leitor

Anônimo Briguilino disse...

Muito boa a parábola. Mas. podemos acrescentar muitas outras pessoas, por exemplo Getulio Vargas que o FHC fez questao de dizer que ia acabar com o legado dele. O que seria o Brasil hoje sem a Petrobras, sem o BNDES, sem a CLT, sem a siderurgia que ele iniciou, sem as mulheres terem o direito de votar e muitas outras coisas que ele fez?

Não é verdade que FHC disse que ia acabar com o legado de Getúlio Vargas. Desafio o Briguilino a citar literalmente esta declaração de FHC.

Fica claro, no entanto, que o lulo petista Briguilino reconhece que o Brasil não começou com Lula.

O que seria o Brasil sem a industria automotiva de JK? O Brasil sem a Itaipu dos militares?

Briguilino reconhece que até os governos militares tiveram ações positivas para o Brasil e para o povo brasileiro.

A historia de um país é construida por muitas mão.

Briguilino, diz isto para Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Siliconada Rousseff que acreditam que o Brasil começou em 2003.

O que não impede que cada força política puxa a brasa para sua sardinha. FHC quis enterrar Getúlio, não conseguiu. Lula quis enterrar FHC e conseguiu. Até nisso foi mais competente que o tucademo neoliberaral. Isto é a verdade, não admite quem tem preconceito contra o analfa.

Aqui Briguilino demonstra todo o seu preconceito contra FHC. Um preconceito sem motivo, sem razão, preconceito só pelo preconceito, tão pernicioso quanto o preconceito racial ou o preconceito nazi fascista contra os judeus.

O grande motivo pelo qual Luiz Inácio Lula da Silva e seus aloprados lulo petistas são tão contra FHC, além de do fato de Lula ter perdido duas vezes para FHC no primeiro turno, ele tem uma enorme necessidade psicológica de dizer que é melhor. Dai desdenha tudo o que FHC, principalmente porque Lula sabe que tudo que conseguiu hoje e positivo em seu governo foi graças ao trabalho de FHC.

Como diz o velho ditado: Quem desdenha quer!

4 comentários:

Ricardo Froes disse...

“O que seria o Brasil hoje sem a Petrobras, sem o BNDES, sem a CLT, sem a siderurgia que ele iniciou, sem as mulheres terem o direito de votar e muitas outras coisas que ele [Getúlio Vargas] fez?”

Estranho... um ditador ser reverenciado por dar o direito de voto às mulheres numa época em que não se votava.

Para começo de conversa, o direito ao voto feminino começou pelo Rio Grande do Norte. Em 1927, o Estado se tornou o primeiro do país a permitir que as mulheres votassem nas eleições e foi essa conquista que beneficiou a luta pela expansão do voto feminino para todo o país, que só saiu em 1934 (de 1932 a 1934, só as casadas votavam).

A CLT foi (e ainda é, em grande parte) uma cópia da Carta del Lavoro de 1927 de Mussolini, feita por Lindolfo Collor, vovô desse moço que hoje é Lula de carteirinha. Uma bela porcaria que hoje é um dos entraves da nossa economia pelo bedelho do governo metido em tudo que não deve em que empregados e patrões são tratados como débeis mentais por não poder negociar entre si.

A siderurgia no Brasil nunca foi tão bem, obrigado, depois que foi privatizada e, se ela não existia antes de Getúlio, continuou não existindo depois, dele como devem ser as indústrias: se bem geridas e privadas, são um maná em impostos para o governo, se mal geridas e estatizadas, viram cabides de emprego de coça-sacos.

De mais a mais a Companhia Siderúrgica Nacional foi criada em 1941 para cumprir os Acordos de Washington, entre Brasil e EUA, que previa a construção de uma usina siderúrgica que pudesse fornecer aço para os aliados durante a Segunda Guerra.

Manda quem pode, obedece quem tem juízo.

A Petrobras é esse fiasco que nos conhecemos: enquanto ela produz 27 barris/dia por empregado, a Saudi Aramco, a maior produtora de petróleo do mundo, com 12% da produção mundial, tem a taxa de 222 baris/dia por empregado. Enquanto for estatal não vai ter jeito: vai continuar financiando campanha de políticos e ocupando 70% de seu contingente com coça-sacos apaniguados do PT.

Diga-se de passagem, Getúlio praticamente decretou, durante os anos da sua ditadura, que o Brasil não tinha petróleo. Monteiro Lobato que o dissesse: morreu, de tanto apanhar na cadeia, por discordar dessa asneira.

Todos esses “feitos” de Getúlio, já se encontravam à disposição, à época, em todos os países civilizados do mundo. Esse mito que se criou em torno dessa figuraça, e que perdura até, é coisa de maluco ou de imbecil! Como é que pode a esquerda de hoje endeusar um sujeito que perseguia e matava comunistas, e que, se não fossem os “Acordos de Washington”, onde ele foi “gentilmente convidado” pelos EUA a se bandear para os Aliados teria se unido ao Eixo?

Sinceramente, a única coisa que Getúlio teve de bom foi um pouco de vergonha na cara ao cometer suicídio.

Joelneto disse...

http://migre.me/IQHf

Marc disse...

Essa turminha das esquerdas é engraçada: endeusa Getúlio que foi um fascista declarado que só mudou de idéia a troco de uma boa grana e de uma siderúrgica (que só começou a dar lucros e pagar impostos depois de privatizada). É contra o fim dessa desgraça de horário eleitoral, invenção dos militares. Acha que Lula inventou o Brasil, quando o maior mérito dele foi não mexer nas regras da economia postas em prática por Fernando Henrique Cardoso. Admiram Dom helder Camara, Miguel Arraes e Jorge Amadao, falecidos ainda bem, que foram fascistas e militantes do partido integralista e depois teceram loas a um dos maiores assassinos da História: Stalin.
Prumode que não vão estudar um pouco de História e de Economia e parem de evacuar pela boca.

Anônimo disse...

Quem inventou o fogo,a roda,até a
história foi o pt.
Todos os méritos são do partido,e
os deméritos da oposição.Eta tur
minha alucinada que não enxerga um palmo diante do nariz,não percebem que o¨momento¨é a conse cução de vários govêrnos(todos colaboraram em maior e/ou menor proporção para o desenvolvimento do país)desde que o país existe,e que não se opera milagre na administração de um país.
Tal deslumbramento doentio advem de mentes propicias à idolatria e
de servos de paixões cegas e avass
aladoras.Faz bem sermos patriotas
e não vassalos e refém de partidos
Não se constroi uma nação em cinco
dez,quinze...anos.
Acorda Brasil.