terça-feira, 27 de setembro de 2011

Colocam a Raposa tomando conta do galinheiro

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), e a mãe dele, a deputada federal Ana Arraes (PSB-PE), já pagaram cerca de R$ 300 mil em verbas públicas a uma locadora de automóveis de uma filiada ao PSB. Fonte: Folha.com

Vejam só, colocam no Tribunal de Contas da União uma pessoa que além de declarar que obras irregulares devem continuar, pratica atos contrários aos princípios éticos e morais que devem nortear as ações que qualquer pessoa honesta.

Além do mais, nomea-se para o Tribunal de Contas da União a mãe de um governador, sem observar que há conflito de interesses neste ato. Em outras palavras, a mãe vai ter a possibilidade de julgar os malfeitos do próprio filho.

É como se colocassem a mãe de Fernandinho Beiramar como juiza para julgar os atos do filho.

O Brasil virou um assunto de família. É um toma lá dá cá. É um dando que se recebe sem fim.

A família Sarney é dona do Maranhão e dona de alguns ministérios, como do Turismo por exemplo, onde nomeia seus aliados a seu bel prazer.

O advogado amigo de Luiz Inácio Lula da Silva que fez três consursos para juiz federal e nunca foi aprovado em nenhum deles é nomeado Ministro do Supremo Tribunal Federal, mesmo sendo processado por malfeitos.

Agora a mãe do governador de Pernambuco, aliado do governo, é nomeada para o Tribunal de Contas da União.

Estão sempre colocando a raposa para tomar conta do galinheiro.

2 comentários:

ALBERTO FIGUEIREDO disse...

La Guardia, peço autorização para postar no defensores de Pontezinha

Laguardia disse...

Você pode reproduzir qualquer matéria aqui publicada