quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Conflito de Interesses

Conforme reportagem publicada nesta quarta-feira pela Folha de S. Paulo, o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler, recebeu pelo menos R$ 228 mil por palestras e cursos ministrados entre 2008 e 2010 a órgãos públicos e entidades submetidas à sua fiscalização. 

Ainda segundo o jornal, depois das palestras, o ministro seguiu como relator de seis procedimentos e participou de pelo menos cinco julgamentos de processos de interesse dos contratantes. À Folha, Zymler disse que os eventos dos quais participou se tratavam de atividades docentes. 

A falta de ética, de profissionalismo e de honestidade tomou conta do Brasil. Poucas são as pessoas, principalmente no governo, que compreendem bem o que seja ética e moral.

Este caso do presidente do TCU é um perfeito exemplo de conflito de interesses e de falta de ética profissional. Como é que um auditor pode receber por serviços prestados ao auditado?

É a mesma coisa que amarrar cachorro com linguiça.

Tenho esperanças de que algum dia nós no Brasil venhamos a compreender que não existe democracia e liberdade sem ética, honestidade e princípios morais. 

2 comentários:

JabaNews disse...

no mesmo sentido a viagem de magistrados patrocinadas por quem entulha o judiciário por conta de interesses contrariados de terceiros.
abs
jabanews

Castelo disse...

A NACIONALIZAÇÃO DO SARNEYSISMO
Muito difícil, sair dessa situação, como se nota,eram práticas comuns no Maranhão, o estado mais atrasado do Brasil, e que agora se nacionalizaram,... É como se não existisse leis nem ética alguma, ou se as mesmas fossem só para os adversários, Senão um presidente supostamente tão bem avaliado pelo seu povo, não sairía do governo levando na troxa o que não lhes perteceria, como os tais passaportes diplomáticos, isso é ignorar completamente as leis, a ética, e o próprio povo que supostamente o admira muito,....
A verdade é que o estrago já está feito, e vai levar muito tempo, para se apagar da mente da população, essa descultura que foi implantada tão rapidamente,...