sábado, 15 de janeiro de 2011

Muita fumaça e pouco fogo


Um estudo encomendado pelo próprio Estado do Rio de Janeiro já alertava, desde novembro de 2008, sobre o risco de uma tragédia na região serrana fluminense --como a que ocorreu na última segunda-feira e que já deixou ao menos 547 mortos--, informa a reportagem de Evandro Spinelli publicada na edição deste sábado da Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL) 

O secretário do Ambiente do Rio, Carlos Minc, disse que o mapeamento de áreas de risco foi feito, faltando "apenas" a retirada dos moradores.

Nossos políticos, principalmente os de esquerda, tem muita conversa e pouca ação. Temos ouvido conversa fiada de nossos governantes há mais de quatro anos. No entanto o povo continua jogado a p´ropria sorte.

Carlos Minc, companheiro de armas da presidente, confirma que o governo estadual havia sido alertado da eminente tragédia já em 2008, há mais de três anos, e que faltava "apenas"  a retirada dos moradores. Esta é uma afirmação que demonstra o pouco caso e o desprezo que este pessoal tem pelo povo.

São incompetentes para cuidar do povo, apesar de terem sido eleitos para isto. Só sabem cuidar de seus interesses pessoais, de seus familiares e amigos.

Ou tomamos atitudes radicais contra este bando de ladrões incompetentes ou no ano que vem teremos mais mortes. Já basta as que temos vítimas do descaso para com a saúde pública e para com a segurança. 

2 comentários:

Abuela Ciber disse...

Recibe mi saludo de fin de semana colmado de afecto en estos momentos, solidarizandonos con los hermanos brasileros, en espera que las dificultades cesen.

Cariños

Castelo disse...

O JEITO PETISTA DE GOVERNA: A incoerencia baseada em nada.
O Brasil inteiro tem assistido nos últimos dias, entre as tragédias já corriqueiras, uma campanha patrocinada pelo Ministério da Educação, de incentivo à profissão de professor, como plano de fundo apresenta vários paízes como exemplo de crescimento e desenvolvimento, alcançados graças à educação,óbvio,... Evidentemente através dos professores, mas note que o governo cita paízes como Alemanha, França, Itália, Espanha, Inglaterra etc,....
Mas não cita uma nação sequer nas quais eles se inspiram como modelo de governo, a que pretendem submeter-nos, tipo Cuba, Irã,Bolívia, Venezuela, etc,...
Isso é o cúmulo da incoerencia, Isso é chamar o povo de total ididota,....E mostra com clareza, no que o PT se baseia para governar, ...Em nada,....
Mas agora aguenta Brasil,....