terça-feira, 30 de junho de 2009

Lula, irritado, não vê problema em participar de reunião com ditadores



Palavras de Lula em preto e meus comentários em verde.

"O Brasil está lutando em Honduras contra um golpe de estado desnecessário, feito em cima de um governo democrático.

Senhor presidente, o Congresso e a Suprema Corte de Honduras agiram dentro de suas prerrogativas constitucionais, portanto não é verdade que o que ocorreu em Honduras foi um golpe de estado e que foi desnecessário.

O senhor, presidente, tem o hábito de colocar seus interesses pessoais e ideológicos acima da ética da honestidade e dos princípios de democracia.

Não vamos misturar as coisas, porque isso não interessa a ninguém.

Pode não interessar ao senhor, presidente, mais interessa sim ao povo brasileiro amante da democracia e que gostaria de ser governado por homens de caráter, com princípios éticos e morais e não um amante da ditadura como o senhor.

Eu sou convidado da União Africana. Ou seja, quando você é convidado para uma coisa, você não pergunta quem são os outros convidados.

Quer dizer então que se for convidado a usar drogas com o Fernandinho Beiramar o senhor iria? Ia ser até bom pois o senhor entrava na cela, a gente trancava e jogava a chave fora.

Esta é uma das desculpas mais esfarrapadas que já ouvi em minha vida para justificar sua associação com criminosos e genocidas.

Então, a mim não tem nenhum problema participar do encontro que tenha pessoa, que alguns entendam que tenha algum problema com a democracia. Eles são convidados
"

Eles não só tem algum problema com a democracia, mas também com a justiça, com crimes de genocídio em Darfur.

Diga-me com quem andas e te direi que és!

Um comentário:

Joelneto disse...

Laguardia, quer dizer que quando você é convidado para algum evento só vai se souber e aprovar todos os demais convidados?